Uberlândia está entre as 100 cidades mais verdes do mundo

Uberlândia foi considerada, em 2018, segundo o ranking elaborado pela CarbonDisclosure Project como uma das 100 cidades mais verdes do mundo. O apontamento foi feito dentro de uma pesquisa divulgada recentemente pela organização e que relaciona, dentre os 570 municípios considerados globais no planeta, aqueles que já usam 70% ou mais de fontes renováveis para prover eletricidade à população. O levantamento mostra que 79% da energia utilizada em Uberlândia e entorno já é proveniente de fontes renováveis (70,6% por meio de hidroelétricas, 7,5% por uso de biomassa e 1,1% por fontes eólicas

 

Plantio de 5 mil mudas

Plantamos cinco mil mudas de árvores em 2018. O objetivo é recuperar e revitalizar as áreas verdes, com prevenção de impactos e reflorestamento do município. Já receberam plantio o Parque da Longevidade, no bairro São lucas, Parque Linear Santa Luzia, Córregos do Carvão, Liso, Lagoinha, Santa Luzia, Mogi, Bons Olhos e do Óleo, além do Parque Linear do Rio Uberabinha.
Horto Municipal
Revitalização de viveiros e estufa, regulamentação da licença ambiental e ampliação da capacidade de produção de mudas no Horto Municipal em 25%. O objetivo é passar de 120 mil para aproximadamente 200 mil mudas produzidas anualmente.
– Doação de 95 mil mudas para a população da zona urbana com orientação sobre as espécies adequadas para plantio de acordo com o local. (Até 2018).
– Doação de 40 mil mudas em 2017 e 50 mil em 2018 para propriedades rurais.

 

Índice de Efetividade da Gestão Municipal

Plano Municipal de Saneamento Básico, com 100% da população beneficiada pelo fornecimento de água tratada, minimizando impactos ambientais e criação de sistemas ou softwares que confiram transparência na gestão fiscal. Esses são apenas alguns dos fatores que credenciaram Uberlândia como um dos destaques do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEMG), exercício 2017. Em sua terceira edição, o programa promovido pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) coloca o município do Triângulo Mineiro como uma das referências quando se fala em Meio Ambiente, Proteção da Cidade e Tecnologia da Informação. Os resultados foram colhidos a partir de questionários enviados pelo Judiciário às cidades mineiras, somados aos dados governamentais extraídos do Sistema Informatizado de Contas dos Municípios (Sicom).

 

Qualidade ambiental

Cerca de 45% de resíduos sólidos recolhidos na cidade, são encaminhados para entidades de catadores de materiais reciclados. A partir do Núcleo de Educação Ambiental, da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, também foi possível fortalecer a preservação dos recursos hídricos e a conscientização ambiental, por meio de campanhas socioeducativas, como a Semana da Água e do Meio Ambiente. Outra questão se refere à qualidade ambiental, com caminhões cata-treco, convênios com a iniciativa privada, ecopontos e Horto Municipal.

 

Revitalização de espaços públicos

– Revitalização de área verde de 6 mil m² no bairro Jardim Maanaim, setor oeste da cidade. O espaço recebeu uma academia ao ar livre, bancos de concreto, melhorias na iluminação e na pintura, além de serviços de jardinagem. Um campo de futebol improvisado que existia no local também foi demarcado e recebeu traves de metal.

– Revitalização da Praça Osvaldo Vieira Gonçalves, no bairro Nossa Senhora Aparecida. O espaço recebeu uma série de melhorias em sua estrutura, nova pintura, reestruturação dos canteiros, paisagem e instalação de uma academia popular.
– Revitalização dapraça Lago dos Lírios, no bairro Roosevelt.
– Revitalização do Parque Linear do Rio Uberabinha com pintura, poda de árvores para evitar quedas de galhos e instalação de energia elétrica.
– Revitalização da Praça Sérgio Pacheco, com poda de árvores, recuperação de banheiros e do parque infantil.

 

Energia limpa e renovável

Uberlândia é referência em geração de energia limpa e renovável. Com um dos melhores aterros municipais do país, a cidade inova cada vez mais na gestão de resíduos. O município se destaca quando o assunto é geração de energia limpa e renovável. Atualmente, mais de 5% de toda a energia consumida em residências, empresas e indústrias locais têm origem do lixo.
Mutirão Cidade Limpa
Reativação do Programa Mutirão Cidade Limpa, que percorre pontos específicos da cidade, recolhendo entulho, massa verde, limpando bocas de lobo e bueiros. Só em 2018, os serviços regulares de limpeza atingiram 7,8 mil toneladas de massa verde retiradas, além de 48,4 mil toneladas de entulhos recolhidos e 9,4 mil bueiros e bocas de lobo limpos.

 

Aplicativo para localização de sepulcros

Desenvolvimento de aplicativo para facilitar acesso a informações sobre a localização de sepulcros. Disponível no Portal da Prefeitura, a ferramenta é compatível não apenas para computadores, mas também para celulares. No caso dos smartphones com sistema operacional android, o aplicativo pode ser baixado. Em iOS, a visualização pode ser feita diretamente pelo site, sem a necessidade de download.

 

Força-tarefa contra queimadas

Criação de uma força-tarefa, com profissionais do Corpo de Bombeiros, da Prefeitura, das Polícias Civil e Militar de Meio Ambiente para prevenir a queimada em terrenos baldios urbanos e áreas de vegetação da zona rural. Foram desenvolvidas estratégias e ações educativas em escolas, blitz de trânsito e outras iniciativas de orientação à população sobre a necessidade de prevenção. O trabalho inclui visitas na área urbana e rurais do município, com foco nos pontos mapeados pelas instituições envolvidas na ação conjunta. São locais com mais incidência histórica do problema. Além do trabalho educativo foram intensificados os serviços de fiscalização nessas áreas.

 

Educação Ambiental

– Implantação do projeto Escola de Brasilidade em parceria com o 36º BiMEC, com o objetivo de promover a educação ambiental para crianças da rede municipal de 8 a 12 anos, com oficinas, atividades lúdicas e outras.
– Ações educativas em todas as escolas municipais e ampliação do projeto para atendimento das escolas rurais.
– Intensificação de palestras em empresas durante a Sipat.
– Criação do “Projeto Sementinha – Turminha do Meio Ambiente”, com o objetivo de orientar e levar informação às crianças sobre a importância da preservação da natureza. Os alunos da rede municipal aprendem os cuidados com o solo, formas de plantio e preservação do meio ambiente.
– Realização de Mostra de Brinquedos Pedagógicos feitos com materiais recicláveis, em parceria com o Instituto Hortense. A ação tem como objetivo refletir sobre a importância do brincar no processo de desenvolvimento da criança, sobretudo em relação à Educação Infantil e séries iniciais do ensino fundamental. No processo de construção, são utilizados materiais como rolos de papel toalha, tampinhas de garrafa, figuras retiradas de jornais e revistas.
– Realização da Semana Mundial das Águas e Florestas com o objetivo de promover a reflexão e ampliar a conscientização sobre um recurso indispensável para a humanidade. Além de um ciclo de palestras, a programação inclui oficinas, trilha ecológica, exposição fotográfica, visitas guiadas e apresentação cultural em vários locais da cidade.

Zoológico

– Regularização da documentação do zoológico junto ao Ibama e IEF.
– Regulamentação da licença ambiental.
– Adequação e melhorias dos ambientes do recinto dos animais.
– Processo de licitação para adequação do sistema elétrico.
– Dieta adequada para os animais de acordo com as estações do ano.
– Implantação dos Neo Chip nos animais para rastreamento de informações do histórico de cada um.