Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro

– Em 2017 foram reabertos 107 leitos de internação e 10 de UTI. Também foi feita a recuperação do aparelho de tomografia computadorizada e de mais de 100 equipamentos que estava parados.
– Desde janeiro de 2018, o HMMDOLC está credenciado para receber novos recursos específicos na realização de cirurgias oncológicas. A habilitação ocorreu depois de um pedido do prefeito Odelmo Leão ao então ministro da Saúde, Ricardo Barros, ainda em 2017. Na prática, o credenciamento garante que o Ministério da Saúde repasse ao município mais R$ 2,7 milhões ao ano para a realização dos procedimentos, aumentando a receita do hospital na realização destas cirurgias.
– Abertura dos serviços de cardiologia e montagem da equipe de hemodinâmica. Além disso, também foi liberado ao município o recurso de R$ 3 milhões, proveniente do Ministério da Saúde, para que o atendimento do setor cardiológico seja ampliado.
– Atualmente, a maternidade do Hospital Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro já registra 22 mil partos com uma redução na taxa de cesáreas realizadas. Em 2012, dos partos que aconteceram na unidade, 68% tinham intervenção cirúrgica. Com trabalho de orientação durante o pré-natal e estímulo ao parto normal, os números reduziram, representando uma queda de 20 pontos percentuais.
– Para aproximar os pais dos bebês que acabaram de nascer e estimular o desenvolvimento da criança nos primeiros dias de vida, o Hospital passou a desenvolver, desde junho de 2017, o Método Canguru – um modelo de assistência aos bebês prematuros e à família, que consiste em manter o contato pele a pele entre o recém-nascido de baixo peso e os pais ou outros familiares, favorecendo ainda o estímulo ao aleitamento materno.
– Realização de uma força-tarefa na ala cirúrgica. A medida foi uma iniciativa da Secretaria de Saúde para dar assistência aos idosos, que estavam nas UAIs aguardando por cirurgia de fratura do colo de fêmur, além de outros pacientes que precisavam de cirurgia da traumatologia.

 

Veja os números e ações de melhorias do Hospital Municipal em 2018

– Internações: 10.556
– Consultas: média de 2.244/mês
– Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêuticos (SADT) – exames de imagem: 25.197

– Cirurgias (ambulatoriais e no Centro Cirúrgico): 6.492
– Partos: 2.719

– Implantação da gestão de acesso, otimizando a liberação de vagas das UTI Adulto para a rede municipal. No período de junho a setembro foram admitidos 97 pacientes críticos na UTI – média de três a quatro leitos/dia.
– Início dos serviços de hemodinâmica, em parceria com o HC-UFU. Foram realizados 162 procedimentos até o momento.
– Aumento do número de hemodiálises (média 256/mês),devido demanda de pacientes dialíticos na rede e dificuldade de vagas nas clínicas.
– Adequação da equipe de ortopedia e agenda, com cirurgias diárias, para atender a demanda da rede municipal. Resultado com aumento progressivo das cirurgias (180/mês).

– Gerenciamento dos leitos de crônicos, preparando familiar ou cuidador encaminhados ao Programa Melhor em Casa para desospitalização dos pacientes da Clínica Médica;

Acreditação nível 2 da ONA

A UAI Pampulha é a primeira unidade de Minas com acreditação nível 2 da ONA – Organização Nacional de Acreditação, que avalia credibilidade, qualidade, ética e resultados.

 

Incentivo à doação de Sangue

Para conscientizar e incentivar a doação de sangue e de medula óssea, o prefeito Odelmo Leão sancionou uma lei que garante isenção aos doadores em taxas de inscrição em corridas realizadas no Município. A isenção vale para os eventos promovidos por instituições públicas. De acordo com a iniciativa de autoria do administrativo municipal, 5% das vagas destinadas às corridas devem ser reservadas aos atletas doadores.

 

Solução conjunta com Ministério Público

Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) permitiu que a Prefeitura e o Ministério Público aperfeiçoassem a prestação de serviços em Saúde na cidade e dessem aos processos de extinção da Fundasus (criada irregularmente pela gestão anterior). Uma das medidas foi o repasse temporário da administração das Unidades que estavam sob responsabilidade da Fundasus, para a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), mesma entidade que dirige o Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro, garantindo os

 

Atenção Primária e Programa Qualifica SaUDI

– Referência em bons exemplos em administração, gestão da saúde e melhorias no acesso da comunidade à atenção primária, Uberlândia foi escolhida, em 2018, pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) para sediar uma importante oficina sobre Atenção Primária que contou com a participação de vários estados.
– Desde o início da atual gestão, Uberlândia desenvolve a padronização dos acessos por meio do projeto Qualifica SaUDI, que veio para garantir o acesso da comunidade nas unidades de saúde e fortalecer a atenção primária no cenário local. Desde que foi implantada, a iniciativa surte efeitos positivos, principalmente no fluxo de atendimento, redução do tempo de espera com bloco de horas, ampliação do cadastro familiar e de estratificação de risco, entre outros.
– Os processos desenvolvidos por meio da metodologia da Planificação da Atenção à Saúde na cidade e seus bons resultados motivaram o Conass a escolher Uberlândia para ser um Centro Colaborador. Com isso, o município vira referência para outras localidades que estejam em estágios menos avançados de planificação do acesso.
– Projeto piloto do Qualifica SaUDI, implantado em dez unidades laboratório da rede municipal, promoveu, por exemplo, a ampliação do atendimento e redução do tempo de espera da reumatologia, diminuindo mais de 50% da fila de casos mais urgentes.

 

Recuperação de Recursos para Saúde

Mais R$ 14,37 milhões de recursos não repassados pelo Governo de Minas à Saúde de Uberlândia foram recuperados, em 2018, por determinação da Justiça Federal. O valor foi bloqueado das contas da Administração Estadual e repassado ao Município. Os recursos foram destinados, exclusivamente, para o pagamento de salários e de custos com fornecedores do Hospital e Maternidade Dr. Odelmo Leão Carneiro.
Em dezembro de 2017, também já haviam sido recuperados outros R$ 16 milhões em atraso. O processo que tem garantindo a liberação destas verbas foi proposto pelo Ministério Público Federal (MPF), por meio de uma ação civil pública.

 

Ações conta o Aedes

– Intensificação do trabalho, com medidas preventivas e de conscientização no Centro de Controle de Zoonoses reduziram o índice de infestação do Aedes em Uberlândia, registrando 1% no terceiro LIRAa do ano de 2018. O indicador é 75% menor do que o obtido em abril desse ano.

– Além do trabalho diário de visita domiciliar, as ações de bloqueio (em bairros que tiveram casos suspeitos das doenças transmitidas pelo Aedes), as coletas de pneus em borracharias e a implantação do projeto das ovitrampas, contribuíram na diminuição dos casos/índices. Os trabalhos foram intensificados também em imóveis fechados para aluguel ou venda (com parceria de imobiliárias) e o acompanhamento/inserção do peixe lebiste nos locais que não podem ser tratados com larvicidas (como piscinas, fontes, tanques de decantação e outros).

 

Novas ambulâncias

Um total de 15 ambulâncias passou a integrar a frota da Central de Ambulância, ampliando o atendimento à comunidade. Sendo 9 delas, por meio de emenda parlamentar do prefeito Odelmo Leão, enquanto deputado federal.
Geradores de energia nas UAIs
Instalação de geradores de energia elétrica nas Unidades de Atendimento Integrado (Uais) dos bairros Morumbi, Luizote, Martins, Planalto, Tibery e Roosevelt., administradas pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). Os geradores vão garantir mais segurança aos pacientes, em caso de falta de energia.

 

Programa Mãe Uberlândia

Retomada do Programa Mãe Uberlândia, ampliou o atendimento humanizado às famílias, com maior incentivo ao aleitamento materno e um acompanhamento contínuo do crescimento e desenvolvimento da criança. Uma iniciativa que inicia no pré-natal até o pós-parto. Criado em 2008, na primeira gestão pelo prefeito Odelmo Leão, projeto confere qualidade no atendimento às gestantes e crianças.

 

Contracepção subcutânea

Realização de Implante Contraceptivo Subcutâneo, que é considerado uma das formais mais eficazes para evitar a gravidez indesejada, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O procedimento é oferecido gratuitamente pela rede municipal para mulheres em situação de vulnerabilidade. O método consiste em um pequeno bastão de cerca de 4 cm que, ao ser implantado junto ao braço, libera o hormônio etonogestrel, um derivado da progesterona. Considerado um excelente mecanismo de contracepção feminino, o implante tem aplicação única e efeitos colaterais reduzidos.

 

Emendas Parlamentares

Emendas parlamentares garantiram mais de R$ 12 milhões para investimento em equipamentos e materiais para unidades de saúde de Uberlândia. Desse montante, R$ 10,4 milhões se referem a emendas garantidas pelo prefeito Odelmo Leão, ainda enquanto deputado federal em 2016.

Programa de Imunização

O Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde intensificou, em 2018, as visitas à zona rural de Uberlândia. O objetivo é proteger aqueles que vivem no campo e deixá-los imune à febre amarela. Mais de 800 propriedades foram visitadas e 800 pessoas imunizadas. Desde 2017, a Secretaria Municipal de Saúde tem reforçado as medidas estratégicas de bloqueio e combate ao mosquito transmissor da doença nas zonas urbana e rural, além de promover a sensibilização e a imunização de toda a comunidade.

 

Mutirão de Atendimento nos bairros

Parceria entre a Prefeitura e o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado iniciou um projeto para levar mais saúde e qualidade de vida aos bairros. São realizadas, periodicamente, nas UBFS, várias atividades gratuitas, entre atendimentos médicos e odontológicos, serviços gerais, palestra sobre saúde bucal, apresentação de orquestra e demonstrações com carros blindados do Exército.
Melhorias em Unidades de Saúde dos Distritos
Realização de melhorias nas unidades de saúde dos distritos de Uberlândia, ampliando número de profissionais, e aperfeiçoando os serviços nas UBSF dos distritos de Martinésia, Cruzeiro dos Peixotos, Tapuirama, Miraporanga e

AÇÕES DESENVOLVIDAS
– Capacitação do pé diabético no Centro Municipal de Atenção ao Diabético (CMAD), com enfermeiros coordenadores das cinco UBSFs do distrito rural para garantir o atendimento de qualidade aos usuários;

– Capacitação Saúde da Mulher, com enfermeiros coordenadores das cinco UBSFs do distrito rural, para referência técnica da saúde da mulher;

– Reativação de diversos grupos operativos nos distritos, como gestantes, puericultura, saúde do idoso e hiperdia;

– Transporte para visita domiciliar e cadastramento das famílias que residem nas fazendas em torno da área de abrangência das UBSFs;

– Informatização da farmácia, com a implantação do sistema Prodaub/CAF para melhorar o atendimento prestado aos usuários da rede com o modelo de atenção ESF e liberação de transporte para a realização do cadastramento das famílias que residem em torno da área de abrangência da UBSF;

– Implantação do ‘Remédio em Casa’ no distrito rural que acontecerá na UBSF Miraporanga, com controle e distribuição dos medicamentos entres aos usuários, melhorando a logística;

– Estratificação do Idoso no distrito de Miraporanga. Ação segue em andamento para acompanhamento de especialidades voltadas ao idoso.

 

Marcação de Consultas

Modernização do sistema de marcação de consultas nas unidades de saúde com a utilização de 80 smartphones doados pela Aciub. Os aparelhos auxiliam na comunicação com os pacientes, no controle das marcações de consultas e auxilia a prestação de demais serviços oferecidos pelas unidades. Pelo aplicativo WhatsApp, é possível avisar sobre horários agendados, reduzindo o não comparecimento de pacientes.

 

Nova UBSF Marta Helena

Entrega da nova Unidade Básica de Saúde da Família, aos moradores do Marta Helena. Com essa unidade, cerca de 4 mil pessoas passaram a contar com equipe médica mais próxima de suas casas.

Retomada obras da UBSF Novo Umuarama

Retomada das obras da UBSF Novo Umuarama que, estavam paralisadas desde 2015 com apenas 50% de execução. Assim que concluída e entregue, a nova UBSF vai beneficiar aproximadamente oito mil pessoas em ações de atenção primária. Elas deverão ser atendidas por ao menos duas equipes de Programa Saúde da Família (PSF) da rede municipal, que já atuam na localidade.

 

Farmácia e Programa Remédio em casa

Além de repor mais medicamentos que estavam em falta em janeiro de 2017, foram realizadas várias melhorias fornecimento à população. São 730 itens de medicação disponíveis.
– Ampliação do Programa Remédio em Casa.
– Reestruturação da dispensação dos medicamentos de uso contínuo.
– Reestruturação da dispensação dos medicamentos para pacientes de condições crônicas durante atendimento em grupo nas unidades.
– Inauguração da farmácia na UBSF Canaã.
– Padronização do atendimento nas farmácias do município e das atividades -realizadas na assistência farmacêutica.
– Adequação dos estoques de medicamentos e materiais médico-hospitalares.

 

Prontuário Eletrônico

– Implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente – Fast Medic em todas as Unidades de Atenção Básica (UBS e UBSF), UAI (Pronto Atendimento e Ambulatório), CAPS e Unidades de Atendimento Especializado. Localização e acompanhamento de beneficiários do PBF (condicionalidades de saúde) pelo prontuário eletrônico. Capacitação de acordo com Diretrizes Clínicas e no Fastmedic para estratificação de risco de Hipertensos, Diabéticos, Crianças e Gestantes.

 

Nova sede do Ambulatório de Oftalmologia

Entrega da nova sede do Ambulatório Municipal de Oftalmologia, na avenida Floriano Peixoto, 1.125, no Centro Anexo III. Localizado nas proximidades do Terminal Central, espaço facilita o acesso da população e proporciona um ambiente mais confortável para realização de consultas oftalmológicas. São cinco consultórios, três a mais do que na antiga estrutura, com novos móveis e sistema refrigerado para armazenamento de medicamentos.

 

Nova sede da Vigilância Sanitária

 

O setor de Vigilância Sanitária passou a funcionar em nova sede, localizada também no mesmo prédio do Ambulatório de Oftalmologia, na av. Floriano Peixoto, 1.125. Além do sistema novo, que permite ao contribuinte imprimir o Alvará Sanitário, com a nova sede, a Vigilância passou a contar com um setor de protocolo. Assim, a documentação para obter o alvará já será entregue diretamente no órgão, tornando o processo mais rápido e eficiente.