Prefeitura e UFU iniciam parceria para otimizar procedimentos cardíacos

 

 

A Prefeitura de Uberlândia – com o auxílio da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) – deu o primeiro passo para aprimorar e facilitar ainda mais o acesso a procedimentos cardíacos na rede pública de saúde. A iniciativa é resultado de um termo de cooperação firmado entre o Município e o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), que já conta com os equipamentos necessários para o atendimento.

 

A ação começou a ser concretizada porque o prefeito Odelmo Leão aproveitou a visita do ministro da Saúde, Gilberto Occhi, no último dia 26 a Uberlândia, para discutir o assunto. Na ocasião, o representante do Governo Federal acenou positivamente para essas e outras questões que envolvem o atendimento à comunidade. “A saúde é e continuará sendo uma das prioridades da nossa gestão. Tanto que, desde o início do ano passado, temos lutado para reestruturar a rede e fazer com que a população seja acolhida devidamente. Então, sem dúvidas, essa iniciativa é um avanço e um passo importante para que recuperemos a saúde em nossa cidade”, afirmou o prefeito Odelmo Leão.

 

Atualmente, o HC-UFU é o único a oferecer os procedimentos cardíacos no município, desde que uma unidade da rede privada, credenciada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), interrompeu as atividades. O termo de cooperação entre o Município e a UFU permite que, a partir de agora, a prefeitura possa realizar procedimentos (por meio de profissionais contratados pela SPDM) em mais horários, ampliando a atenção.

 

Hospital Municipal

 

Ainda conforme determinação do prefeito Odelmo Leão, o objetivo é que o Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro (HMMDOLC) também possa oferecer procedimentos cardíacos em um futuro próximo, com a aquisição de equipamentos necessários de hemodinâmica, incluindo cateterismo, fundamental para o diagnóstico precoce e tratamento de doenças cardíacas, e a angioplastia, cirurgia realizada para desobstruir artérias.

 

“Iniciaremos esses atendimentos com o cateterismo aproveitando períodos em que as máquinas de hemodinâmica estiverem vagas no HC-UFU. Como ainda aguardamos esses equipamentos para Hospital Municipal, iremos acelerar os processos para continuar beneficiando aqueles que aguardam este atendimento”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Gladstone Rodrigues.

 

Marco na saúde pública

 

O avanço concretizado nessa sexta-feira também foi comentado por Clauber Lourenço, coordenador de Urgência e Emergência do Município. “Hoje é um marco na saúde de Uberlândia. O prefeito Odelmo trabalhou muito para que isso acontecesse. A doença cardiovascular é perigosa e estamos abrindo uma porta para tratá-la com ainda mais agilidade. Vamos reduzir as filas de urgências e eletivas, e muito em breve, teremos o Hospital Municipal oferecendo esse procedimento em todos os períodos, atendendo de forma ainda mais rápida a população”, destacou.

Fonte: Secom/PMU